Construir uma operação sólida depende de vários fatores, mas ter um controle financeiro eficiente é fundamental para manter o seu negócio em funcionamento. Entenda quais são os principais requisitos nesta jornada!

A gestão financeira de qualquer tipo de negócio é permeada por desafios de diversas categorias: dos controles internos à legislação tributária brasileira, cada pequeno detalhe cria tarefas infindáveis para muitos gestores e equipes operacionais em diversos segmentos do mercado. E, dependendo ainda do tipo de negócio que você administra, alguns obstáculos adicionais ainda podem surgir!

Logo, simplificar e automatizar as operações com segurança e confiabilidade nos dados é o desejo número um de qualquer gestor. Com um controle financeiro inteligente essa jornada pode se tornar mais prática, estratégica e bem melhor sucedida do que em missões repletas de informações confusas, desconexas e com dados isolados.

A inovação na gestão financeira pode não apenas aprimorar as operações de ponta a ponta, mas também promover a eficiência de forma colaborativa, otimizando a gestão de riscos e compliance dos negócios. Além disso, ela também garante confiança para estimular cenários de negócios como reorganizações, fusões e aquisições, crescimento orgânico e estratégicas fiscais que se alinham com os objetivos estratégicos da sua organização.

Neste artigo você vai conhecer os quatro pilares fundamentais para se ter um controle financeiro inteligente e como a tecnologia pode ajudar sua empresa a conquistar essa estrutura.

01. Planejamento empresarial

Um planejamento bem estruturado é o primeiro passo para criar a base de um controle financeiro inteligente. Desde itens básicos como o orçamento corporativo até o acompanhamento das demandas juntos aos demais setores, coordenar todas as frentes para eliminar ruídos e falhas no processo, cria um senso de unidade e fluidez em todo processo financeiro.

E esse planejamento não deve ser feito apenas no início da operação, mas sim continuamente em toda sua trajetória, com aperfeiçoamento constante para que seja possível reduzir custos desnecessários e elevar a lucratividade da empresa com um processo mais eficiente.

Com apoio da tecnologia, realizar esse acompanhamento e ser pró-ativo em cada tipo de análise pode ser muito mais simples, criando um potencial de liderança e colaboração capazes de alçar o controle financeiro à uma posição altamente estratégica na organização. Uma boa plataforma de gestão empresarial pode criar um controle financeiro capaz de: 

  • Habilitar uma empresa mais inteligente com dados e funções analíticas preditivas em tempo real, fornecendo a todos os gestores visibilidade total, relatórios dinâmicos e insights também em tempo real;
  • Impulsionar o crescimento rentável e o valor para os acionistas por meio de colaboração com a empresa para rapidamente prever, captar e modelar novas oportunidades e inovar com novos modelos de negócios;
  • Consolidar planejamento e orçamento com recursos em tempo real para toda a empresa.

02. Compliance e riscos

Outra preocupação constante de qualquer gestor financeiro é a previsão de riscos e o compliance corporativo. Promover a inovação e sustentar este pilar com um monitoramento assertivo e eficiente é transformar o controle financeiro inteligente em um escudo de proteção para os negócios.

Pensando em ter sempre uma visão automatizada destes itens, a tecnologia pode ajudar a antecipar previsões e responder com agilidade às constantes mudanças nos requisitos de gestão de riscos e compliance. Com uma ferramenta inteligente de gestão sua empresa pode:

  • Alinhar governança, gestão de riscos e compliance (GRC) com os objetivos de negócios para melhorar o desempenho;
  • Aumentar a eficiência de GRC com automação e monitoramento contínuo;
  • Examinar o horizonte quanto a novos riscos e oportunidades, usando pesquisas e ferramentas de colaboração.

03. Controle e visibilidade

Já quando o assunto é controle, alcançar a qualidade, a eficiência e os insights necessários para satisfazer as exigências de contabilidade, fechamento e relatórios gerenciais podem se transformar em um quebra-cabeças de infinitas peças se o gestor financeiro não tiver o apoio de uma boa ferramenta de gestão.

Com um papel essencialmente básico, a tecnologia não é mais uma opção para a gestão do controle financeiro primário. Mas pode acelerar a transformação das finanças quando oferece recursos de automação avançada e uma abordagem contábil que unifica pessoas, processos e tecnologia para cumprir os requisitos que vão do registro à emissão de relatórios.

Para que isso seja possível, é preciso ter acesso à sistemas que ofereçam, por exemplo, a tecnologia de computação in memory, ou seja, com processamento em tempo real e capacidade de resposta imediata para gerar informações de alto valor analítico. Com esse tipo de controle sua empresa poderá:

  • Aumentar a visibilidade em todos os aspectos dos gastos corporativos para total gestão de despesas e maior agilidade e controle;
  • Reagir rapidamente às constantes mudanças nas situações do mercado com uma visão holística em tempo real de gastos, despesas planejadas e fluxo de caixa, fazendo previsões a qualquer momento em toda a empresa;
  • Usar os dados de despesas para identificar oportunidades de reduzir custos, aprimorar a função de compras, ampliar a gestão de gastos, estimular as iniciativas de sustentabilidade e diversidade e atenuar os riscos da cadeia de suprimentos.

04. Otimização do capital de giro

Finalmente, o topo da pirâmide no controle financeiro inteligente: o capital de giro.

Uma jornada bem sucedida implica automaticamente em ser capaz de otimizar o capital de giro corporativo, minimizar riscos acerca desse patrimônio e ser capaz de transformar esse recurso em um aliado estratégico em cada tomada de decisão da empresa.

Seja para impulsionar valor no mercado, viabilizar novas iniciativas ou mesmo financiar investimentos de rotina, impulsionar o fluxo de caixa é parte da missão de qualquer departamento financeiro, garantindo rendimentos e liquidez de curto prazo em qualquer situação.

Ao adotar tecnologias e estratégias comprovadas de otimização do capital de giro, sua empresa agrega mais valor aos negócios, eliminando ineficiências, maximizando os descontos por pagamentos antecipados e otimizando os retornos de caixa.

E, neste sentido, uma tecnologia de controle financeiro eficiente permite:

  • Reduzir os custos e otimizar os recursos e o capital de giro em toda a organização, minimizando riscos e dilema;
  • Otimizar o capital de giro para liberar disponibilidade em caixa para novas lojas ou fábricas, investir em P&D, aumentar a remuneração e melhorar os benefícios dos colaboradores, pagar dívidas e elevar dividendos;
  • Harmonizar as metas de procurement, finanças e tesouraria para aproveitar os descontos por pagamento antecipado oferecidos por fornecedores e melhorar os retornos de caixa.

A melhor tecnologia para guiar essa jornada

Uma vez que você compreende os benefícios da tecnologia para estruturar uma jornada de controle financeiro muito mais eficiente e inteligente em sua empresa, sobreviver sem esse recurso parece um salto direto para a pré-história, não é mesmo?

Há muito mais benefícios em contar com a tecnologia como uma parceira neste processo. E você pode começar agora, colhendo resultados imediatos desde o primeiro passo nesta união.

Para saber como as soluções SAP podem apoiar a sua empresa na construção de uma estrutura financeira mais inteligente, entre em contato com a nossa equipe e solicite uma avaliação para começar hoje mesmo a sua transformação digital.

Fale com um de nossos especialistas.