O mundo tecnológico vem sendo modificado rapidamente ao longo dos anos atingindo diversas áreas em empresas, TI é uma delas. Até um tempo atrás, não era comum realizar atualizações em um ERP, o mercado tinha em mente que seria necessário grandes investimentos, capital ou pediria o envolvimento de toda a equipe.

Essa necessidade de inovação e tecnologia fez com que um público que apresentava receio de mudanças, repensasse sobre um assunto muito atual: transferir dados de um ERP para a nuvem.

No artigo “Trends ERP 2018”, encontramos o depoimento de algumas empresas sobre o caminho que percorreram para modificar seus sistemas e reinventar a forma de fazer negócios com base na nuvem.

O artigo nos mostra que o ERP na nuvem é o novo padrão para áreas financeiras, e que os principais impulsionadores dele são economia e inovação. Dentre os entrevistados, 45% disseram que utilizavam a aplicação para evitar um possível investimento em infraestrutura, enquanto 38% disseram evitar custos e a complexidade de uma atualização, levando em consideração que a idade média de um ERP local é de 20 anos.

Outros resultados indicaram que 33% do público utilizou para a sua decisão de migração de nuvem, o desejo de ter a mais recente tecnologia em ERP, enquanto o restante esteve interessado em uma fonte de dados com uma visão global. Além disso, líderes financeiros também deram a dica: um dos segredos para a inovação é acompanhar a tecnologia, e levar um ERP para a nuvem é uma delas.

A pesquisa ainda diz que 4 em cada 10 profissionais da área financeira estão explorando novas tecnologias, como inteligência artificial, blockhain, computação cognitiva, chatbots, realidade aumentada, etc. Assim, a nuvem acaba se tornando a porta de entrada para cada vez mais inovações, que atuam como um guia de negócios agregando oportunidades.

Mediante a isso, já percebemos como o mercado se move. Dentre as empresas respondentes, muitas já começaram ou pretendem mover o ERP para a nuvem: 70%, inclusive, já mencionaram que a contabilidade será a primeira modificação comercial que pretendem subir. 67% realizarão no sistema de compras e pagamentos e 62% fará com o processo de aprovação orçamento.

Transferir o sistema de ERP para nuvem é algo que pode ajudar o seu negócio a crescer e se prevenir contra futuros ataques, além de ser mais rápido e seguro contra perca de dados.

Sabendo que o mercado, cada vez mais, exige das empresas uma postura mais engajada com as novas tecnologias, cuidar de dados com cautela é fundamental para se manter na rota da transformação digital. Atualize-se já!